sábado, 28 de julho de 2012

Ivanildo - O Sax de Ouro - Vol. 3


01- Love is all
02- My way
03- A Noite do Meu Bem/Ronda
04- Vingança/Que será
05- O Mundo é um Moinho/Folhas Mortas
06- Detalhes/Não se Esqueça de Mim/Mulher Pequena
07- Dance avec moi
08- Negra Tomaza
09- Catalina/La Chunga
10- Maguari
11- Oi
12- Love letters in the sand/Till/Moonglow
13- Minha Lucia

Link:
http://www.mediafire.com/?38xu5iis825ax5x

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Ivanildo - O Sax de Ouro Vol.7 (1988)


01 - Tardes de Lindóia/Danúbio Azul/Sobre as Ondas/Viúva Alegre/In The Mood
02 - Let Me Try Again
03 - Stardust
04 - Brigas/Que Queres Tu de Mim
05 - Ivanildo, Meu Velho Amigo
06 - Cheirinho de Amor
07 - La Vie en Rose/Sempre no Meu Coração
08 - Sonhar Contigo/Sonhei com Você
09 - Sábado/Chuvas de Verão
10 - Pedacinhos do Céu/Doce do Côco/Lamento/Flor de Abacate

Link:
http://www.mediafire.com/?j3t1hasvlkwppgi

Ivanildo - Sax de Ouro - Vol.7 Internacional (1999)


01 Roberta/Amore Scusami
02 O sole mio/Torna a Surriento
03 Somewhere my love/Arrivederci Roma
04 Les Feuilles Mortes/Smile
05 Ceresier Rose et Pommer Blanc/Cachito
06 Fascination
07 Aquellos Ojos Verdes
08 My Heart Will Go On
09 Sabor a mi/Contigo en la Distancia
10 Tequila
11 Eu Nunca Mais Vou te Esquecer
12 A Veces Tu, A Veces Yo/Manuela
13 White Christmas
14 Ai Mouraria/Coimbra

Link:
http://www.mediafire.com/?k0pilz5g1vv2txs

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Ivanildo - Sax de Ouro (1991)


01- Siboney/Para Vigo Me Voy
02- Tres Palabras/Dos Almas
03- Última Inspiração/Rosa de Maio
04- Rosa/Nada Além
05- Red Roses For a Blue Lady/You'll Never Know
06- Amapola/Aquellos Oyos Verdes/Maria La-o
07- Bodas de Prata-Solamente Una Vez
08- Cocktails For Two/Summertime
09- Quizas, Quizas-Perfidia/El Reloj
10- Não Tenho Lágrimas/Helena Helena/Não Me Diga Adeus/Atire a Primeira Pedra
11- Caminhemos/Cinco Letras Que Choram
12- Over The Raimbow/Love Is a Many Splendored Thing
13- La Barca/La Mer
14- C'est Si Bon/Quiereme Mucho
15- Yesterday/Michelle
16- Limelight/Please
17- Lábios Que Beijei/Desesperadamente
18- Carioca/Cosita Linda

Link:
http://www.mediafire.com/?kbpcm2h2tpx2toq

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Marcos Roberto

* 26/06/1941
+21/07/2012



A Jovem Guarda está de luto!

Sem manchete no jornal, comentário na tevê ou um vinil do cantor rodando no rádio, a morte de um ídolo de uma geração, passou, como tantas outras da época, desapercebida pelos meios de comunicação do nosso país.

O mundo musical brasileiro perdeu no sábado, 21 de julho de 2012, aos 71 anos de idade, um intérprete romântico que fez os corações apaixonados baterem mais forte ao som de suas músicas que ele cantava com o amor sendo o alicerce de sua veia inspiradora.

Marcos Roberto, batizado como Marcos Roberto Dias Cardoso, nasceu em São Paulo num 26 de junho do ano de 1941. Cantor e compositor, teve nas décadas de 60 à 80 o apogeu da sua carreira artítica. Sua composição, A última carta, composta por ele e Vicente Dias, foi um dos seus maiores sucessos.

Marcos Roberto trabalhava como produtor de novos talentos (cantores e bandas musicais) e continuava a compor músicas. Recebeu durante sua carreira vários prêmios, entre eles o troféu Chico Viola, além de vários discos de platina e diamante.

Foi casado por mais de 40 anos. Arrasado com a doença de sua esposa que a levou em oito meses, desinteressou-se pela vida. Sua composição "A Partida" expressa bem sua tristeza, nos remetendo, talvez, a este acontecimento tão triste. Acamado por longo período, foi internado no Hospital Municipal Antônio Giglio, na cidade de Osasco, em São Paulo, onde veio a falecer, deixando três filhos.

Marcos Roberto, conforme escreveu o amigo Rubens Stone na comunidade MC&JG:

Foi um dos maiores talentos da música brasileira, infelizmente, nos últimos anos foi totalmente esquecido pelo mundo artístico, mas jamais será esquecido pelos fãs espalhados pelo Brasil, pessoas que guardarão em seus corações a eterna gratidão pela música maravilhosa deste grande artista, músico e poeta de uma geração.

No álbum abaixo, nossa homenagem ao eterno, saudoso e inesquecível Marcos Roberto.



segunda-feira, 23 de julho de 2012

Berenice Azambuja


"Gaiteira, em português antigo, quer dizer alegre. E é isso que Berenice da Conceição Azambuja é: alegre, gaiteira. Não porque toque gaita, piano (afinal, ela também toca gaita de botão, violão, contrabaixo, cavaquinho e bateria). Ademais é uma cantora completa,
que usa a própria voz como um instrumento."

Berenice Azambuja, Cantora, Instrumentista, Compositora, nasceu em Porto Alegre onde se criou.

O pai Pedro Paulo de Azambuja, hoje falecido, inspirou a canção: "É disso que o velho gosta", quando jovem também foi músico.

A mãe Ernestina da Conceição Azambuja, foi artista Circense. Assim, a pequena Berenice cresceu no meio artístico. Canta desde os oito anos e se profissionalizou como gaiteira e cantora.

Aos 12 anos, atuou com aplausos no famoso programa de rádio Clube do Guri, de Ari Rego, que revelou Elis Regina. No programa infantil "Clube do Guri" Berenice acompanhou no acordeom a cantora Elis Regina, na época também criança.

Ela ainda menina viajava pelo interior do Estado, em caravanas artísticas. Pequena, com aquele cabelo encaracolado, alegre e risonha, era uma ovelhinha no meio daqueles artistas.

A Berenice não gosta de usar vestido de prenda: desde menina, usa bombacha ou chiripá. Mas o sorriso é sempre o mesmo, o cabelo é o mesmo, só que se aperfeiçoou na música e se tornou absoluta de todas as suas possibilidades musicais.

Com grande domínio de palco, aproveita o seu repertório como compositora e o repertório de autores amigos e colegas.

Essa gaudéria andarenga é uma verdadeira embaixadora da música regionalista gauchesca. Conhece o Rio Grande e o Brasil a palmo. Brilhou intensamente em espetáculos em Portugal e na Espanha. Nos seus poucos vagares, gosta mesmo é de pescar - 'muitas de suas canções amadureceram enquanto a traíra não beliscava no anzol'.

Fonte:
http://www.letras.com.br/biografia/berenice-azambuja

Berenice Azambuja - Liga o Rádio

Coletânea Estação Saudade


01 - Liga o Rádio
02 - Ciúme
03 - Aparências
04 - Estás Acabando Comigo
05 - Velho Xote
06 - Essência do Pago
07 - Salso Chorão
08 - Grito de Saudade
09 - Chora Morena
10 - Xote Largado
11 - Lembranças e Saudade
12 - Estação de Trem
13 - Mágoa de Gaúcho
14 - Sepo Crioulo
15 - Tudo Que o Velho Gosta
16 - Roda de Chimarrão

Link:
http://www.mediafire.com/?wllskaaidwank8k

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Luiz Ayrão Romântico

Coletânea Estação Saudade


01- Passou Igual ao Vento
02- Não se Deve Brincar com Amor
03- Nunca Deixei de te Amar
04- Menina Mimada
05- Esperando Você
06- Quer Ver eu Ir, me Puxe!
07- O Lugar
08- Vinho Velho
09- É Solidão
10- Amor Amante
11- A Primeira Lição
12- Separados
13- Nossa Canção
14- Renda Negra

Link:
http://www.mediafire.com/?9cm23gpxdwlc3iu

Renda Negra

sábado, 14 de julho de 2012

O Amor Está No Ar (Álamos) - Volume 1

SÓ PARA QUEM TEM BOM GOSTO... 78 RPM RECUPERADOS

O AMOR ESTÁ NO AR - A trilha sonora de nossa vida - VOLUME I


Vai partir mais um trem da nossa Estação. Felizes os passageiros que poderão ir a plagas distantes onde ainda hoje tocam aquelas músicas que fizeram a trilha sonora das suas vidas.
A emoção terá lugar assegurado entre os ocupantes dos vagões. Ela será sentida em cada nota musical e trará consigo as imagens de um tempo em que se foi feliz. O AMOR ESTÁ NO AR! A trilha sonora de nossa vida.
Tudo isto graças ao dedicado pesquisador, colaborador e criador desta coleção de retalhos de saudade “Recruta Zero”.
Vamos então ligar a eletrola. Com as válvulas aquecidas vamos dar um toque no play e deixar as recordações girarem em 78 1/3 de rotações. É a saudade presente com direito a chiado e tudo.
Um brinde a tanta emoção incrustada em vinil. Um brinde ao maquinista Recruta que está nos conduzindo para o local onde outrora fomos tão felizes e cujo caminho o tempo quase apagou. Um brinde as doces e inesquecíveis recordações.

O trem apitou! Senhores passageiros, queiram ocupar os seus bancos e Boa Viagem!


01 - Agostinho dos Santos & Johnny Mathis - O amor está no ar
02 - Carmen Costa - Canção da alma (Cancion del alma)
03 - Cláudio de Barros - Meu primeiro beijo
04 - Ellen de Lima - Vício
05 - Fernando Barreto - Abandonado
06 - João Dias - É o amore (That's amore)
07 - José Orlando - Perfume de gardênia
08 - Julie Joy - Tinha que ser
09 - Léo Vaz - Convite ao amor
10 - Luiz Cláudio - Oração de amor
11 - Marco Aurélio - Numa noite em Roma
12 - Moacir Gomes - Devaneio
13 - Nelson Gonçalves - Tortura mental
14 - Orlando Dias - Fala-me depois
15 - Orlando Silva - Caprichos do destino
16 - Osvaldo Rodrigues - Beijo nos olhos
17 - Renato Guimarães - Outra noite
18 - Roberto Luna - Pequena flôr (Petit fleur)
19 - Tito Madi - Se todos fossem iguais a você
20 - Trio Madrigal - Coimbra
21 - Trio Maraya - O matador (El matador)

Link:
http://www.mediafire.com/?tn8s3juvbmgaqha

Obs: repostagem conforme solicitação.

Zezé & Mazza (com Totonho) Mundo Maravilhoso (What a Wonderful World) Legendado

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Zezé & Mazza (com Totonho) - Mundo Maravilhoso


Eles estão de volta com um novo cedê. Esta dupla que encanta a todos nós, pelo carisma de um grande comunicador e violonista Zezé, e pela bela voz, jovialidade e simpatia do nosso querido Mazza, cantor de todos os etilos, está prestes a lançar um novo álbum.
Aqui, uma das faixas do novo trabalho.
MUNDO MARAVILHOSO (WHAT A WONDERFUL WORLD), com a participação do DU (contra-baixo) TOTONHO PERINA (Teclado), ZEZÉ (violão base) e no vocal:
TOTONHO (original inglês) e MAZZA (versão).
Parabéns Zezé, meu amigo, e também ao Mazza. Da mesma forma parabenizo ao Du, e ao cantor Totonho.
Vítor Hugo



terça-feira, 10 de julho de 2012

Osny Silva - Capricho Cigano

Capricho Cigano foi um tango gravado pelo excelente Osny Silva e lançado no long-play "Capricho" em 1963.
Lembro dessa música tocando muito no rádio à válvulas que ficava na nossa cozinha.
Aqui, um vídeo para relembrar este sucesso. Imagens obtidas na internet, mais especificamente no site anacaug.blogspot.com.br.
Mais uma singela produção Estação Saudade, dedicado aos amigos e amigas
saudosistas que nem eu.
Abraços!
Vítor Hugo

domingo, 8 de julho de 2012

Estação Ferroviaria Santa Cruz do Rio Pardo






Lugares Esquecidos

Um site magnífico! Vídeos e fotos, ilustram a tristeza do abandono do transporte ferroviário no Brasil.
Vale a pena conferir.


http://www.lugaresesquecidos.com.br/2012/01/estacoes-e-ferrovias-esquecidas-no.html

sábado, 7 de julho de 2012

Osny Silva - Capricho (1963)


01 Capricho Cigano
02 Só Pra Você
03 Adios Mariquita Linda
04 Jura-me (Jurame)
05 Te Quiero Dijiste
06 Beijo Nos Olhos
07 Torna Sorriento
08 Coimbra
09 Jamais Te Esquecerei
10 Beija-me Muito (Besame Mucho)
11 Marita Romano
12 Adeus (Adios)

Link:
http://bit.ly/PuVqHA