sábado, 27 de setembro de 2014

Francisco Alves - Tributo ao Ídolo

COLETÂNEA ESTAÇÃO SAUDADE



01 - Canção do Meu Amor
02 - Na Virada da Montanha
03 - Misterioso Amor
04 - Por Teu Amor
05 - Guardo No Coração
06 - Dor Oculta
07 - Hás de Me Pedir Perdão
08 - Lembro-Me Ainda
09 - Reflorir da Minha Vida
10 - Longe dos Olhos
11 - Tua Partida
12 - Só Nós Dois No Salão e Esta Valsa
13 - A Mulher Que Ficou Na Taça
14 - Balão do Amor
15 - Ela Disse Adeus
16 - Que Lindo Dia Vamos Ter
17 - Pula a Fogueira
18 - Foi Ela
19 - Serra da Boa Esperança
20 - Boa Noite Amor

Link:
https://mega.co.nz/#!WlpUmYKa!lKZZR17tT5E7LeLGxhy3YTdfHo5-79mGMImjJ2y5-50

Faixa 01 - Canção do Meu Amor



Francisco Alves - Brasil

COLETÂNEA ESTAÇÃO SAUDADE



01- Brasil - Fco.Alves - 2'52
02- Andorinha - Fco.Alves - 3'01
03- Transformação - Fco.Alves - 3'02
04- Culpe-me - Fco.Alves - 2'55
05- Acorda Estella! - Fco.Alves - 3'05
06- Timoneiro - Fco.Alves - 2'50
07- Solteiro é Melhor - Fco.Alves - 2'45
08- Dois Corações - Fco.Alves - 2'59
09- Verão do Hawai - Fco.Alves - 2'54
10- Despedida de Mangueira - Fco.Alves - 2'49
11- Malaguenha - Fco.Alves - 2'52
12- É Bom Parar - Fco.Alves - 2'52
13- Odete - Fco.Alves - 2'52
14- Onde o Céu é Mais Azul - Fco.Alves - 2'53
15- Pálida Morena - Fco.Alves - 3'31
16- Para Me Livrar do Mal - Fco.Alves - 3'01
17- Rema, Rema - Fco. Alves - 2'59
18- Ciúme (Jalousie) - Fco.Alves - 2'46
19- Fracasso - Fco.Alves - 3'12
20- Tua Partida - Fco.Alves - 2'56

Link:
http://www.mediafire.com/?h4egnsfh55dm5d5

Francisco Alves - Tributo ao Ídolo



27.09.2014 – Sessenta e dois anos sem o cantor, violonista e compositor FRANCISCO ALVES (Francisco de Morais Alves) falecido em 1952. Um dos maiores fenômenos da história da música popular brasileira, Francisco Alves foi peça-chave no mercado fonográfico nacional. Surgiu em uma época em que as técnicas de gravação se aprimoravam no Brasil, os discos se popularizavam, o rádio se desenvolvia e o samba se consagrava como estilo musical. Com estimados 5 milhões de discos vendidos, sua carreira é toda superlativa. Estreou em 1929 no rádio, em programa da Rádio Sociedade, usando pela primeira vez o veículo de comunicação que faria a sua fama e glória. Ficou eternamente conhecido como o Rei da Voz (apelido dado pelo radialista César Ladeira), representante ilustre da era de ouro do rádio. Muitos foram os sucessos na voz de Francisco Alves. Alguns dos mais emblemáticos são a valsa “Boa noite, amor” (José Maria de Abreu e Francisco Matoso), “É bom parar” (Rubens Soares), “Foi ela” (Ary Barroso), “A mulher que ficou na taça” (com Orestes Barbosa), “Serra da Boa Esperança” (Lamartine Babo), “Se você jurar” (Ismael Silva), “Fita amarela” (Noel Rosa), “Aquarela do Brasil” (Ary Barroso), “Onde o céu azul é mais azul” (Alcyr Pires Vermelho, João de Barro e Alberto Ribeiro), e ainda “A voz do violão” (com Horácio Campos), “Malandrinha” (Freire Júnior), “Caminhemos” (Herivelto Martins) e “Cadeira Vazia” (Lupicínio Rodrigues e Alcides Gonçalves). Sua carreira não teve declínio. Quando morreu ainda estava no auge. Sua morte, em um acidente automobilístico, quando dirigia seu Buick, provocou comoção popular em todo o país. Milhares de pessoas acompanharam ao enterro e há até mesmo registro de um suicídio provocado pela morte do cantor.
Créditos – Rádio Collectors.

Vídeos Estação Saudade:

Nancy:


Onde o Céu é Mais Azul:


Adeus Mocidade:


Quem Chorou Fui Eu:


Guardo no Coração: