quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Nilton Cesar - Palavras de Amor

Ao Vivo em 1981



01 - Ama-me por favor/Meu coração canta
02 - Eu te darei bem mais/Eu sou aquele
03 - No azul, pintado de azul/Tudo passará
04 - Não quero mais amar/O mundo
05 - Uma casa sobre o mundo/Você é meu destino
06 - O mar/Aline
07 - Não pense em mim/Sabor de sal
08 - Eu que não vivo/Compreendí que te amo
09 - Doce amargura/Roberta
10 - Hino ao amor/Ao nascer do sol

Link:
http://www.mediafire.com/?vvsu7otky1qxaok

Faixa 01 - Ama-me por favor/Meu coração canta
Faixa 02 - Eu te darei bem mais/Eu sou aquele
Faixa 03 - No azul, pintado de azul/Tudo passará
Faixa 04 - Não quero mais amar/O mundo
Faixa 05 - Uma casa sobre o mundo/Você é meu destino



Faixa 06 - O mar/Aline
Faixa 07 - Não pense em mim/Sabor de sal
Faixa 08 - Eu que não vivo/Compreendí que te amo
Faixa 09 - Doce amargura/Roberta
Faixa 10 - Hino ao amor/Ao nascer do sol





6 comentários:

Vaskyto disse...

Parabéns pelo seu esforço... mas o link não funciona...

ESTAÇÃO SAUDADE disse...

Obrigado, Vaskyto, por acompanhar o blog.
O link foi atualizado.
Um abraço!

Vítor Hugo

Anônimo disse...

Valeu, meu querido. Desconsidere o comentário que fiz há pouco sobre este link. Ainda não tinha visto a atualização. Mais uma vez, obrigado.
Continue firme nesse belo trabalho e por aqui estaremos acompanhando... e à espera de mais novidades do grande Nilton Cesar...
Abraços.

Guilherme Dalmo disse...

Nossa nem acredito que vou ter esse CD Parabéns vcs são os melhores e vou postar em meu blog de música. Acessem grandesclassic.blogspot.com e podem contar comigo para melhor o conteúdo do seu blog. Abraços

werner quino maque disse...

Magnífico !!!
que te puedo decir estimado amigo ...
estoy muy feliz de por haber encontrado estaa linda página ,
um dos meus cantores prediletos é Nilton Cesar .
muito muito obrigado !!! =)

ESTAÇÃO SAUDADE disse...

Também fico feliz por ter viajando aqui no trem da saudade, passageiro que gosta de curtir as coisas boas do passado.
Obrigado pelo comentário e um abraço!
Vitor Hugo