terça-feira, 3 de abril de 2012

Comentário recebido:

Caro Amigo,

Parabéns, pela postagem desta bonita homenagem à querida e inesquecível Núbia Lafayete.
Uma de nossas melhores cantoras, de todos os tempos; com estilo próprio, personalidade, e um jeito muito peculiar de expressar o romantismo e a alma feminina.
Lamentávelmente, foi muito pouco respeitada, pelas gravadoras, onde trabalhou; e, igualmente, ignorada pela esnobe crítica musical.
No entanto, o povo simples (mas, sábio), este, sempre soube reconhecer o seu valor; prestigiando-a, em todas as fases de sua carreira artística.
Nilde Araújo, a moça bonita, simples, modesta e sonhadora, que, um dia, virou a estrela de rádio, Núbia Lafayette; mas, que jamais, perdeu sua autenticidade, simpatia e o carinho no trato com os fâns.
Infelizmente, aos 70 anos, deixou a vida na terra, para ser mais uma estrela no céu; indo, juntar-se, ao selecionadíssimo elenco da "emissora celestial".
Mas, para nosso consolo, ficaram seus discos, suas fotos, e sua presença espiritual; gravada eternamente em nossos corações.
Portanto, novamente, lhe digo obrigado, por lembrar-se dela em seu excelente Blog; nos permitindo, assim, matar a grande saudade de sua linda voz!
Abraços,
Paulo Ventura (Niterói - RJ)


Obrigado, caro amigo Paulo Ventura, pelas referências gentis ao nosso blog.
Ouvir a Núbia cantar com sua voz serena e tão delicada, e ver seu rosto lindo irradiando simpatia, já me era motivo suficiente para
imaginá-la gentil e carinhosa com sua imensa legião de admiradores.
Agora, com teu depoimento oportuno e tão bem colocado, pude ver confirmado tudo aquilo que ela me transmitia.
Lastimo não ter tido a oportunidade de assisti-la cantando e, se possível, chegar perto e dizer que ela era minha cantora preferida. Diria também que aqui em Pelotas ela tinha um público que a adorava, como de resto em todo nosso Rio Grande do Sul.
É um prazer enorme tê-lo viajando conosco na nossa Estação.
Um grande abraço!

Vitor Hugo